ONDA VERDE 

 

ASSOCIAÇÃO JUVENIL DE AMBIENTE E AVENTURA

 

Rua 5 de Outubro, 193
     227 822 353
FAX     227 822 353 
ondaverde@mail.telepac.pt

   
 
Data da Fundação: 16/02/1996
  • Actividades Principais: Educação ambiental, estudo e conservação da Águia-Real, passeios pedestres, escalada, canoagem, paintball, tiro com arco, Formação ambiental e animação, prevenção de fogos florestais, campos de férias e trabalho para jovens, estudo e conservação património construído, centro de documentação, intervenção na área dos resíduos sólidos e política dos 3R’s, etc.

  • Principais prémios ou títulos conquistados: Não andamos  atrás de prémios ou títulos, preocupamo-nos  com o presente para formar o futuro. No entanto estamos filiados nas seguintes Entidades: Confederação das Associações de defesa ambiente portuguesas, Federação nacional das Associações Juvenis, Rede Nacional de Educação ambiental, Federação das Associações Juvenis do Distrito do Porto e Federação dos Arqueiros e Besteiros de Portugal.

    Em 1998  um Representante nosso foi eleito para o Conselho Directivo do IPAMB em representação das Associações Ambientais Portuguesas. O mesmo representante também foi eleito para a Comissão Distrital da Federação das Associações Juvenis do Porto, recentemente.

  • A Onda Verde (Associação Juvenil de Ambiente e Aventura) é uma entidade sem fins lucrativos, apartidária e liberta de qualquer tutela. Tem como objectivo estudar, defender e conservar os valores naturais e culturais, além de promovera educação ambiental nas escolas. Realiza expedições, acções, visitas de estudo e outras actividades ao ar livre.

  • Foi criado em Fevereiro de 1996 por um .grupo de pessoas com larga experiência no movimento associativo ambiental. Pretende sensibilizar a juventude para os problemas do ambiente, através de actividades aliciantes ao ar livre.

  • No momento, o Onda Verde conta com cerca de 300 sócios, dos quais 85% são jovens. De salientar, ainda, que as actividades desenvolvidas não se circunscrevem aos seus associados, nem aos problemas ambientais, mas sim à população em geral. Por isso, organizam trabalhos frequentes com grupos de escolas e outros em actividades desportivas.

  • No entender dos seus responsáveis, a Associação serve uma causo justa e de crescente relevo: a conservação dos recursos naturais pelos futuros «reis» e «senhores» deste nosso pedacinho de terra os jovens.